30 setembro 2013

Contas Autárquicas #2

Noutro post tinha feito o exercício de como seriam os resultados nas Assembleias de Freguesia caso já tivessem os novos limites.

A esmagadora vitória do PS nestas autárquicas em Lisboa fez com que, das 24 freguesias, apenas 5 continuassem da direita.
A CDU manteve Carnide, e um Movimento de Cidadãos tomou a nova Freguesia do Parque das Nações, que ainda era uma incógnita.

Por outro lado a presidência e executivo das freguesias não é linear à força que teve mais votos. É necessário formar um executivo com maioria absoluta na Assembleia de Freguesia, e as contas ainda não estão fechadas...

Se observarmos a tabela com a distribuição de mandatos por cada força política, verificamos que em apenas 7 das 24 freguesias a presidência já está definida (Ajuda, Beato, Belém, Benfica, Campolide, Marvila, Olivais). Em todas as restantes poderá haver uma movimentação das forças de oposição à maioria - em princípio a união da Esquerda contra a Direita - de modo a formarem um executivo com maioria absoluta.

* na coluna "Outro" só foram considerados aqueles que deram origem a 1 mandato.

Como serão as orientações dos partidos da esquerda, PS, CDU e BE face a resultados em que a sua união poderá ser decisiva?

5 comentários:

  1. Patético este post. Com erros crassos de Português, sem equiparação entre as cores da legenda e do mapa, uma piada de mau gosto! "Outros", que depois têm mais votos que o BE em todas as freguesias a que se candidatam à exceção da freguesia de Arroios em que, mesmo assim, elegem um vereador? Piada de muito mau gosto e tentativa de perpetuar um status quo em decadência evidente! E a abstenção, os votos brancos e nulos, com níveis históricos, onde estão?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. patética é a sua resposta. há "outros" em seis freguesias, e Be em todas excepto uma. e vereadores são eleitos para o executivo municipal, não para freguesias. lá no Pan não explicam isso?

      Eliminar
  2. A presidência das freguesias é, ao contrário do que diz, "linear". Veja-se a legislação:
    "Nas freguesias com mais de 150 eleitores, o Presidente da Junta é o cidadão que
    encabeçar a lista mais votada na eleição para a Assembleia de Freguesia".

    ResponderEliminar
  3. Sim, Inês, de facto trata-se de um post muito parcial e sem sentido. Se no post dos programas não entendi a critica de "benefício" ao BE, aqui ela é clara. Sem sentido este post.

    ResponderEliminar
  4. Pois, o presidente é sempre o cabeça de lista mais votado.
    Mas o essencial disto tudo é que os bandalhos dos partidos do governo levaram uma varridela, e que podia ter sido maior não fosse a meio dúzia de votos que os segurou na Estrela e nas Avenidas Novas.
    Alvaro

    ResponderEliminar