24 junho 2013

Crowdfunding de António Costa por Lisboa

Sem revisitar a memória histórica de outras campanhas portuguesas, parece-me tratar-se da primeira vez que um politico desenvolve uma iniciativa de crowdfunding em Portugal...
Pelos seus objectivos e pelo espírito colaborativo que promove, trata-se de uma iniciativa que marca a agenda e merece divulgação! 
É um exemplo muito nobre de que é possível servir Lisboa contrariando a crise atual e promovendo uma maior participação de todos os cidadãos.

Fica o video de António Costa: Juntos por Lisboa


"Queremos promover a cidadania jovem, apelando à participação de todos na construção do futuro da cidade, na definição das suas prioridades e na seleção dos projetos que consigam incentivar as empresas na criação de emprego. Isso só é possível se, no dia 29 de Setembro, os jovens decidirem ser parte integrante da vida das suas freguesias, da sua cidade, do destino da sua Lisboa, participando na tomada de decisão do que consideram dever ser a "vida" de Lisboa e dos lisboetas.

Com a realização de um vídeo em que procuramos dar voz aos jovens lisboetas, em vários pontos da cidade, queremos reforçar a participação nas eleições autárquicas de Setembro. Queremos com este vídeo fazer com que se compreenda a importância do voto, a diferença que pode fazer não deixarmos por mãos alheias a decisão do nosso futuro e dos projetos e opções que afetam diariamente a nossa vida."


Ainda que em Portugal não vejamos iniciativas como esta, a comparação é inevitável, porque esta é uma ideia que tem paralelo "profissionalizado" nos EUA e que Obama promove, a uma escala inimaginável! Se calhar valerá a pena partilhar também os links abaixo...

Doing a crowdfunding campaign? Learn from Obama.

A Framework for Political Crowdfunding: Lessons From President Obama

2 comentários:

  1. Fazer perceber a necessidade da reflexão e participação nas políticas urbanas a um segmento da população que funciona crescentemente em rede - mas paradoxalmente se alheia das matrizes fundadoras do pensamento político moderno.
    A Cidade feita de alvenarias, cerâmica, das calçadas de largos e becos, mas sempre palco multiforme de gentes diversas.

    Manuelinho de Lisboa

    ResponderEliminar
  2. http://www.precariosinflexiveis.org/?p=7119

    ResponderEliminar