19 março 2013

Eu não queria estar na sua pele

Foto AQUI
João Semedo, candidato do Bloco de Esquerda em Lisboa. 
Dizem-me que é uma pessoa afável, honesta, leal. Mas eu não queria estar na sua pele.
É que António Costa tem cumprido, apesar do contexto económico adverso, uma considerável parte das promessas que, nomeadamente em 2005 e 2007, o BE protagonizava no seu programa. 
Maior transparência no urbanismo, implementação do Plano Verde e dos corredores verdes, a devolução da zona ribeirinha aos Lisboetas, a defesa do transporte público e a aposta no controlo municipal pela sua gestão, o contrariar da hegemonia do automóvel contra o peão agrilhoado e a aposta em mais e melhores espaços públicos, a aposta na bicicleta e nas hortas urbanas, o orçamento participativo, a aposta no mercado de arrendamento e na criação de condições para a requalificação urbana do centro, a requalificação e dinamização de grande parte dos parques e jardins, a aposta na dinamização cultural, nas artes e nas performances criativas, entre outras. 
Claro que em política podemos passar por cima de tudo o que foi feito e focarmo-nos nos pontos que, por esta ou por aquela circunstância, estarão menos conseguidos ou apenas parcialmente implementados, e torná-los na base de uma campanha de contestação. 
Mas para quem esteja de fora, esta será sempre uma candidatura sobretudo de afirmação partidária, que tudo faz para "vir a jogo", nem que para isso tenha que candidatar um dos seus líderes, e que tudo fará para tentar manter o seu eleitorado tradicional, mas muito dificilmente digo eu conseguirá atrair simpatias para além dessa esfera. 
Tentar-se-á dizer que "são todos iguais, o PS e o PSD". Mas de facto António Costa conseguiu mostrar que é possível ir além das análises comuns e Lisboa, com a sua obra, tem sido de alguma forma a imagem disso.
As últimas eleições autárquicas foram trágicas para o BE que viu reduzida a sua implantação de forma drástica em Lisboa. O desafio que se coloca agora é, no mínimo, tão complexo como nessa altura.
*sou colaborador do Vereador José Sá Fernandes na CML

2 comentários:

  1. Bernardino aranda20 março, 2013 22:12

    Não havendo perigo da Vitoria do psd, acho que não será assim tão difícil o eleitorado de esquerda - mesmo o que Ache que naturalmente ps diferente de psd e Costa diferente, para melhor que carona, Santana / Domingos névoa - Votar no pcp e be.
    Basta que para isso perceba que os Vereadores de esquera vão fazer deslocar as decisões do Executivo para a esquerda e não limitar-se a Votar contra.
    Afinal, qualquer eleitor de esquerda já está mais que queimado com maiorias absolutas.. .

    ResponderEliminar